Tag Archives: Ficção

Resenhando ‘Fade’ por Lisa McMann

31 maio

 

 

 

 

 

 

‘Fade’ foi além das minhas expectativas. Enquanto lia Fade, tinha certeza de que seria apenas uma continuação comum da série, com praticamente o mesmo enredo, com a mesma forma de escrita com sentenças curtas e poucos detalhes. E assim foi, até mais ou menos a metade do livro. Depois da página cento e alguma coisa, a situação mudou! 

 

 

Esse volume da trilogia não gira em torno de várias coisas como em Wake, mas sim em torno de duas situações importantes. A primeira é o predador sexual que está solto pela Fieldridge High, causando problemas e dando um mistério no mínimo tenso para Janie e Cabe resolverem.  E a segunda questão é o futuro de Janie como apanhadora de sonhos, informações antes desconhecidas por nós vão mostrar que nem tudo está resolvido e entendido sobre o dom de Janie, as coisas podem ficar piores, muito piores.

A partir do momento em que a autora começou a realmente se envolver no caso que os protagonistas estavam resolvendo, ela largou os cuidados que tinha para escrever parágrafos e sentenças curtas, e simplesmente escreveu com detalhes e frases de verdade, longas e fluidas. Foi quando eu me animei com o livro de uma vez por todas e acabei com a leitura.

Eu realmente adorei o modo como a situação foi resolvida, e não senti raiva do Cabe pelas ações dele, porque, ahh vocês vão ter que ler para entender haha! E eu também adorei ficar sabendo  sobre o caderno verde, porque ele realmente mudou minha visão sobre o dom de Janie, e fez a estória ficar ainda mais interessante e única do já era em Wake.

A leitura foi realmente rápida e como houve uma evolução em relação ao tamanho das frases e parágrafos eu não vou reclamar de nada, pois já fiquei bem feliz com o avanço. A editora fez mais uma vez um ótimo trabalho, mantendo a capa e o título originais. As únicas dúvidas que ainda ficaram no ar foram: Será que o vocabulário da autora não é diversificado mesmo ou o erro foi na tradução? O estilo de escrever dela é com as sentenças curtas ou as frases dela soavam melhor em inglês?

Para tirar essas dúvidas eu vou arranjar um tempinho na minha agenda literária e ler a trilogia em inglês, daí eu digo para vocês se o problema está na autora, ou na tradução :)

Eu já li Fade há um tempo, mas resolvi resenhar só agora, não sei por quê. Já li Gone também, então eu vou preparar a resenha e posto aqui logo logo, só uma dica, Gone foi o melhor livro dá série, muito bom mesmo, por isso que já posso dizer ‘ A trilogia vale a leitura’!!   

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Resenhando ‘Destino’ por Ally Condie

16 abr

‘Destino’ era para mim o lançamento mais esperado do ano. Há tempos via ótimas resenhas sobre ele em blogs, mas acabei resistindo à vontade de comprar em inglês (Matched) porque eu sempre acabo não lendo. Finalmente ‘Destino’, o primeiro volume da Trilogia Matched foi lançado no Brasil pela editora ‘Suma das Letras’, e apesar de eu ter garantido minha cópia na pré-venda, só tive tempo de lê-lo essa semana!


Eu nunca fui muito fã de sci-fi (ficção cientifica), tanto é que abandonei ‘ Feios’ no penúltimo capítulo e até hoje não retomei a leitura xD. Mas com ‘Destino’ foi totalmente diferente. Eu li o livro em 5 horas (divididas num período de dois dias), e se não fosse o cansaço que uma leitura trás ao cérebro teria lido mais rápido.

‘Destino’ conta a vida de uma adolescente chamada Cassia . A estória se passa no futuro, então várias coisas são diferentes da nossa realidade. Lá não existe um governo, império, reinado ou qualquer coisa do tipo, é uma Sociedade que cuida para que tudo dê certo na vida das pessoas. A Sociedade decide o que eles comem, com quem e quando eles casam, com quantos anos têm filhos, onde moram, onde e com o que trabalham, quando estudam, quando têm tempo livre, enfim. Tudo é decidido por meio de estatísticas e estudos sobre cada pessoa. As comidas por exemplo não podem ser divididas pois cada pessoa recebe em sua casa, todo dia no mesmo horário, a quantidade e os nutrientes exatos para que seja totalmente saudável. As doenças foram eliminadas e a violência também, ninguém mais morre por conta dessas coisas. Cada um tem uma habilidade em que se destaca, e é exatamente com isso que vai trabalhar, numa posição que a Sociedade vai escolher. Todos morrem com a mesma idade, no dia de seu aniversário para que não vivam de mais ou de menos. Tudo é planejado para que seja perfeito, saudável e sem erros, até que um erro acontece com Cassia.

Depois de descobrir quem seria seu par para o resto da vida, Cassia resolve ver o cartão que contém as informações de seu par um dia à noite, só que o rosto de outra pessoa aparece, e ela acaba ficando confusa. A Sociedade cometeu um erro e mexeu com a cabeça de Cassia. A menina que aceitava tudo que a Sociedade fazia de boca fechada, acreditando que era o melhor para ela, começa a pensar por si mesma, e acreditar que talvez, aquelas coisas não sejam o melhor para ela.

O livro me fez refletir muito, pois mostra o mundo de uma maneira que poderia facilmente ser daqui umas gerações. Faz uma comparação que nos faz perceber que um sistema controlado é bom, mas precisa haver liberdade. Alguém que te ajude a fazer escolhas é agradável, mas você precisa ser livre para fazer as suas PRÓPRIAS escolhas também. Sugiro que junto com a leitura, você faça uma reflexão, comparando sua vida com a de Cassia. Ela sente-se rebelde e realizada ao fazer coisas que para nós são mais do que naturais. Cheguei a ter dó dela em certos momentos.

A autora soube exatamente como escrever esse livro. Criou um mundo complexo e fácil de entender ao mesmo tempo. Ally Condie tem uma escrita praticamente poética, que faz a leitura fluir muito facilmente. O modo como ela escreve esse livro é leve, sem maldade, e isso me fez sentir uma calma muito gostosa enquanto lia-o.

Achei muito interessante o lance dos comprimidinhos que o pessoal carrega. Tem uma verde um azul e um vermelho, mas vocês só vão descobrir para que eles servem quando lerem o livro :) .

O livro é dez, a autora está de parabéns pela imaginação e escrita dela, e a Editora Suma Das Letras está de parabéns pela edição, tradução, enfim, por todo o trabalho com o livro. Eu simplesmente me apaixonei por essa capa, linda, maravilhosa, perfeita *-*.

Realmente espero que vocês gostem desse livro tanto quanto eu gostei, e aproveitem essa leitura tanto quando eu aproveitei. 

Não deixe de comentar nos posts!! E se você ainda não é um assinante, cadastre seu e-mail no espaço ‘E-mail Subscription’ na barra de ferramentas ao lado >> é totalmente gratuito, assim você vai receber todas as atualizações do blog no seu e-mail.


Resenhando – Maratona Diários ‘Anoitecer’ – O Retorno

9 abr

Quando comecei a ler ‘Anoitecer’, pensei que a série ‘O Retorno’ fosse um spin-off de ‘Diários do Vampiro’, mas me enganei redondamente. ‘O Retorno’ é simplesmente a continuação de DV.


Confesso que no começo do livro eu estava achando tudo bem weird, Elena encontrava-se em uma situação que eu nunca tinha lido em livro algum, mas apesar da inovação, eu sentia como se a autora simplesmente tivesse se arrependido de matar Elena e resolvido fazer ela renascer.

Foi bem estranho para mim ter que parar de enxergar Elena como aquela menina popular, mimada que manda em tudo e todos e consegue tudo o que quer, para a de uma menina pura, muda e meio louca que voa igual um balão. Acontece que aos poucos eu fui me acostumando, e quando acabei por aceitar aquilo totalmente, ela meio que voltou ao normal ¬¬’.

Esse volume da série foi particularmente muito bom. O que no começo me pareceu chato, estranho, ilegível, tornou-se (para mim) o melhor livro da série. Acontece muita coisa mesmo nesse livro, cada hora uma pessoa enlouquecia, e o grupinho ( Bonnie-Matt-Meridith-Sra.Flowers) não parecia estar mais dando conta dos mistérios e problemas. Era uma coisa bem louca, as pessoas que sempre conseguiam resolver tudo, não tinham mais nada sob controle, nem mesmo Damon. Aparece gente nova na área e a cidade sai mais ainda do eixo.

Damon está especialmente maldoso, demoníaco, antiético, safado e…bem, Damon do que nunca, e isso só me fez querer ainda mais que ele ficasse com Elena #sorry.

Stefan apareceu muito no começo do livro, mas depois ele sumiu e acabou demorando um tanto para ‘voltar’ para o texto. Portanto, team Stefan, sinto muito por vocês. E pela capa do próximo volume, parece que mais uma vez ele não estará no centro do mundo.

Shinishi, um novo habitante da cidade, é de dar calafrios. E por mais que a autora tenha tentado passar uma imagem de homem lindo, charmoso e tudo mais sobre ele, ela não conseguiu me convencer não. Simplesmente não rolou imaginar ele bonito, nem nada bom sobre ele, olha esse nome Õo .

Elena estava mega sem graça nesse livro, então acabou que eu me foquei mesmo em Damon, o melhor personagem, e o foco desse volume de DV.

Realmente não sei o que vocês vão achar de ‘Anoitecer’, porque cada pessoa me fala uma coisa diferente. E eu mesma demorei muito para ler esse livro, mas no final acabou que eu amei ele. Então, como sempre, te digo para dar uma chance para a leitura e ver o que você acha. Por mim, está mais uma vez super recomendado.

O sexto volume da série está previsto ainda para esse ano, mais informações aqui.

Não deixe de comentar nos posts!! E se você ainda não é um assinante, cadastre seu e-mail no espaço ‘E-mail Subscription’ na barra de ferramentas ao lado >> é totalmente gratuito, assim você vai receber todas as atualizações do blog no seu e-mail.

A Breve Segunda Vida de Bree Tanner por Stephenie Meyer

4 abr

Oláá leitores! A resenha de hoje é de um livro que eu já li há algum tempo, ‘ A Breve Segunda Vida de Bree Tanner’. Esse livro é uma espécie de prolongamento (spin-off) da Saga Crepúsculo, que ganhou milhares de amantes e haters pelo mundo. Ele conta sobre Bree Tanner, uma recém-criada (termo usado na saga para vampiros que acabaram de ser criados – dãã) que aparece por três linhas no terceiro livro da série – Eclipse – durante a luta dos Cullens contra Victória e o exército de recém-criados.


O livro conta a parte da batalha na visão de Bree e dos outros recém-criados, é uma visão totalmente diferente da guerra daquela que aparece no livro narrada por Bella. Primeiro que Bella não era a maior especialista nesse assunto de recém-criados, e segundo porque ela estava tão preocupada com Edward e Jacob naquela luta que nem estava dando muita bola para aquele outro lado, o lado dos supostos inimigos.

Uma coisa é fato. O livro não acaba bem e disso todos sabemos, uma vez que já lemos e assistimos ‘Eclipse’, mas vale a pena. É muito interessante ver a história por outro lado, pela visão de uma criatura que mal sabe o que está acontecendo e ainda por cima está do lado inimigo, sobre o qual não sabemos muito. Tem umas coisas que a Bree fala e acredita que são absurdas e a gente sabe qual é a verdade e isso acaba dando uma vontade de entrar no livro e dizer ‘ Coisaa fofaaaaa, a verdade é essa e não aquela’. E até tenho uma confissão a fazer, me peguei traindo Bella e os Cullen e simpatizando de mais com a tal da Bree e seu companheiro no livro!

Eu realmente espero que vocês leiam esse livro, até a parte de vossas senhorias que não gosta de Crepúsculo, quem sabe lendo esse, você resolve ler a saga toda? Eu sou super a favor de ler até aqueles livros que eu não gosto. Eu não gostava de Crepúsculo, não entendia o que as pessoas viam de tão legal na série e naqueles vampiros que brilham, mas um dia eu resolvi ler e A-M-E-I. Era até uma época em que eu estava meio afastada dos livros e essa saga me fez voltar a ter gosto pela leitura, muitas vezes é falta de uma boa leitura para incentivar a gente voltar a ler, pode até acontecer com um livro que a gente nem gosta. Não existem livros ruins, apenas livros que nos agradam e livros que nos desagradam, e nós devemos dar chance a todos eles.

 

Não deixe de comentar nos posts!! E se você ainda não é um assinante, cadastre seu e-mail no espaço ‘E-mail Subscription’ na barra de ferramentas ao lado >> é totalmente gratuito, assim você vai receber todas as atualizações do blog no seu e-mail !


Maratona Diários do Vampiro #4 ‘ Reunião Sombria’ by L.J. Smith

17 fev

Quando acabei ‘A Fúria’, estava inconsolável com aquele final. Não via como poderia ser a série dali em diante, óbvio que eu não me aguentei de curiosidade por muito tempo, e logo comecei a ler ‘Reunião Sombria’.


Minha primeira reação foi de rejeição, uma vez que para mim essa estória não tinha como continuar. Quem narra esse volume é Bonnie, a amiga paranormal-médium-nerd-fofa-incontrolada de Elena, o que é muito estranho, uma vez que a protagonista da série sempre foi a ‘Rainha do Gelo’,  Elena ! Os Salvatore e a Elena só aparecem a partir do meio do livro, fazendo com que Matt e as meninas sejam o centro da estória por um bom tempo.

É agora que eu faço minha confissão. Conforme eu fui lendo o livro, e entendendo qual era a da Sra. Smith, voltei a simpatizar com a série. Explico: a agitação começou, e não demorou muito para isso, os Salvatore entraram na dança e a Elena voltou para a roda fazendo um papel muito diferente do de ‘Rainha do Gelo’. E assim, as diferenças começaram a me cativar e me prender na estória. Acabou que no final do livro eu já estava quase sem dedo de tanto batucar na capa do livro (minha mania de quando o enredo me deixa apreensiva), eram muitas coisas acontecendo e de repente BUMM, aconteceu uma coisa muito chocante e o livro acabou. Sem mais explicações. Aconteceu, ninguém explicou como, nem por que, mas aquilo estava lá, tinha acontecido. . Uma novidade é que agora você vai encontrar vários tipos de criaturas por aqui; vampiros bons, maus, lobisomem, médium, espírito, e por aí vai.

De todos os livros que eu já li, ‘ Reunião Sombria ‘ teve um dos finais mais surpreendentes e inesperados. E é por isso que eu fico chocada quando leio uma resenha de alguém dizendo que não gostou desse livro, que ele foi fraco, chato, e que a L. J. escreve mal… gentyy, alooooouuuu, em que planeta vocês vivem? Claro que gosto cada um tem o seu, ainda mais se tratando de Diários do Vampiro, uma vez que essa série é Love it ou Hate it, sem meio termo, mas como alguém consegue odiar um livro com um final desses?

Minha opinião é simples e sincera, LOVE IT. Sem mais rodeios, essa série é simplesmente perfeita, e me surpreende mais a cada livro. É CLARO, que eu já corri para o quinto livro, e vou dar aqui uma prévia.

1-      O começo de ‘ Anoitecer ‘ é tão incrível quanto o final de ‘Reunião Sombria’. No começo você não entender nada, mas quando começar a entender, nem vai acreditar.

2-      Eu ainda não identifiquei quem é o narrador desse volume, então só vou falar na próxima resenha.

3-      Logo no primeiro capítulo a gente já tem um mistério bem diferente para o grupo resolver.

4-      Apesar de todas as novidades e vários acontecimentos logo no começo do livro, no momento ele está em slow motion (movimento lento), mas eu tenho certeza de que isso vai mudar, logo.

5-      Esse é o maior de todos os volumes até agora, veremos a quantas foi a imaginação da Sra. Smith!

 

Agora vocês vão esperar pela próxima resenha lalalalaaa  :p.

 

Para ler as resenhas anteriores, clique no link desejado.

Maratona Diários do Vampiro #1   O Despertar.

Maratona Diários do Vampiro #2   O Confronto.

Maratona Diários do Vampiro #3   A Fúria.

 

Não esqueça de assinar a Newsletter ( aqui do lado >> ) e ativar o blog no seu RSS (aqui do lado também >> ) para não perder as atualizações! :) E para compartilhar em outras redes sociais basta clicar em Leave a Comment ( aqui embaixo) que vai aparecer os plugins para todas as redes !! s2

 


Maratona Diários do Vampiro #3 ‘ A Fúria’ by L.J. Smith

4 fev

O melhor livro da série até agora foi esse, sem sombra se dúvidas. Perdoem minha empolgação, mas eu terminei de ler o livro faz dois minutos. As resenhas que escrevemos logo que acabamos de ler o livro normalmente são as melhores, por que a estória está toda fresquinha na cabeça e a animação, perplexidade, felicidade, seja qual for a emoção que o livro te causou, está no auge. Então a primeira coisa que eu tenho para dizer é:

Como assim esse final? Aconteceu uma coisa que eu não estava esperando, que eu nunca nem tinha pensado que poderia ser uma opção de final para esse livro. Foi um final muito absurdo mesmo, que até me deixou sem pista alguma sobre como vai ser o próximo volume da série.  Estou perplexa. Portanto, se você pensa que sabe como isso vai acabar, você está TOTALMENTE errado.

Passando de assunto. Quantaaa coisa acontece nesse livro gente, é para parar e pensar mesmo enquanto lê. Muitos acontecimentos desvairados, um bem seguido do outro. Vou dizer que estava achando essa série bem parada, sem muita emoção, mas esse terceiro volume definitivamente compensou os dois anteriores. A Elena começa meio enlouquecida, não parece a mesma personagem, até o Stefan mudou, me fazendo ficar bem indecisa sobre para qual time estou torcendo, embora o lindo do Damon não seja fácil de substituir.

Não sei se vocês se lembram de que na resenha do segundo volume, eu perguntei se a Elena ia acabar como a Katherine, mas o que deu no final foi que elas acabaram de um jeitinho bem parecido mesmo viu! E foi aí que me surpreendi. Não, eu não estou dando spoiler, até porque eu DU-VI-DO que você saiba o que realmente aconteceu daquela história toda que o Stefan contou #adoro.

Depois de ler ‘A Fúria’, e ver esse final, estou meio em dúvida se a série vai continuar sendo a mesma, e isso só está aumentando minha curiosidade de continuar lendo.

Aaaa, antes que eu me esqueça, tem gato novo no pedaço, mudança de personalidades, muito amor, o dobro de ódio e matança, mas assim, carnificina mesmo #argh.

Eu estou louca para terminar de ler a série, e tenho certeza que depois de tanto ler sobre o final desse volume, você está super curioso (a) para ler também. Outra coisa que eu queria era assistir a série, mas eu normalmente fico morrendo de dó de gastar dinheiro em DVDs ao invés de livros, então vou me contentar com os livros, é a vida!

Leiam leiam e leiam e me falem o que vocês acharam :)

Não esqueça de assinar a Newsletter ( aqui do lado >> ) e ativar o blog no seu RSS (aqui do lado também >> ) para não perder as atualizações! :) E para compartilhar em outras redes sociais basta clicar em Leave a Comment ( aqui embaixo) que vai aparecer os plugins para todas as redes !!  s2



Maratona Diários do Vampiro by L.J. Smith

24 jan

Se você ainda não leu a primeira resenha da Maratona Diários do Vampiro, clique aqui

Depois de uma pausinha básica no blog por conta da minha viagem, voltamos com a Maratona Diários do Vampiro!

Vou confessar para vocês que demorei mais do que devia/esperava para ler esse livro, mas sinceramente não acho que tenha sido por que o livro é ruim, ou a leitura não flui fácil nem nada. Eu não cumpri com as minhas metas mesmo, uma vez que eu me prometi que iria ler pelo menos 15 páginas por dia enquanto estivesse viajando e acabei nem pegando no livro em alguns dias :/ mas tudo bem, o que importa é que terminei e aqui estamos com a resenha :)


Falando agora sobre o livro, quero primeiro fazer um comentário sobre uma característica dessa série que eu gosto muito, os livros sempre começam onde o anterior terminou, por exemplo, o primeiro volume acabou com Elena gritando por Damon, e o segundo começou com ela exatamente no mesmo lugar, ainda gritando por Damon. A mesma coisa acontece com o final do segundo e o começo do terceiro, eu a-do-ro isso por duas razões:

1 – Sinto que não perdi exatamente NADA, nenhum momento, detalhe da estória, isso dá uma sensação de realidade que nenhuma outra técnica dá, além de não ter aquela chatisse de começar um livro e sentir que te esconderam alguma coisa que aconteceu entre o final do livro anterior e o começo desse.

2 – Geralmente, os livros que são assim, não ficam com aquela coisa irritante de explicar no começo, tudo o que o rolou no volume anterior, se eu estou lendo o segundo,é porquê li o primeiro ué!

Os acontecimentos desse segundo volume me agradaram muito mais que os do primeiro, pois eles foram mais tensos, interessantes, não foram sem graça e bobinhos como os do primeiro livro. Quando á Elena e seus dois príncipes da noite, quero fazer uma confissão, no momento eu sou Team Damon. Esperem, não me julguem, por que a gente não pode torcer para o garoto mau ? Com Stefan, a vida de Elena vai ser chata, chocha, monótona;  para que ficar com um vampiro então ? Agora, com Damon, a vida de Elena será agitada, emocionate, cheia de adrenalina e matança, juntos, ele podem ter os poderes que quiserem, e dominar tudo, a série seria muitoo mais interessante. Mas não estou dizendo que isso não pode mudar, eu posso muito bem me tornar Team Stefan se o gatinho resolver mudar suas atitudes ;) .

Esse triângulo amoroso com certeza ainda vai dar o que falar, quero só ver, será que Elena vai acabar como Katherine ? tchantchantchantchaaan…

Quero registrar aqui que eu continuo odiando a Caroline, ela é asquerosa, falsa, nojenta; não é uma menina má que mereça nossa atenção!

Eu não achei que esse livro teve o foco em um personagem em específico, mas já adianto que o terceiro tem, e dependendo de seu gosto para personagens, isso pode te desagradar um pouquinho xD ! Veremos.

Deixo uma dica, preste atenção nos detalhes e nos acontecimentos que ficam sem resolução nesse volume!

Estou terminando o terceiro livro já, vou tentar dar um gás aqui! :)

Desculpem minha loonga ausência nesse último mês, prometo só sumir de novo no próximo feriado xD!

Não esqueça de assinar a Newsletter ( aqui do lado >> ) e ativar o blog no seu RSS (aqui do lado também >> ) para não perder as atualizações! :) E para compartilhar em outras redes sociais basta clicar em Leave a Comment ( aqui embaixo) que vai aparecer os plugins para todas as redes !!  s2